Dubladora Fernanda Baronne comenta experiência de dublar Camille, a paixão de Berlim, no Spin-Off de La Casa de Papel

Fernanda Baronne é conhecida como a dubladora de Scarlett Johansson como Viuva Negra nos filmes da Marvel.

Após dois anos do encerramento da consagrada série “La Casa de Papel“, Pedro Alonso retorna como Berlim para o aguardado spin-off dedicado ao seu personagem.

O novo capítulo, que se passa no passado, antes de Berlim adotar esse apelido, traz o protagonista, então conhecido como Andrés de Fononolossa, liderando uma equipe em Paris para realizar um ousado assalto a uma prestigiada casa de leilão de joias, avaliadas em impressionantes 44 milhões de euros.

O enredo, que apresenta um lado mais sensual e apaixonado de Berlim, revela um amor proibido com Camille Polignac (Samantha Siqueiros), esposa do dono da casa de leilão.

O spin-off, que estreou no Brasil em 29 de dezembro de 2023, tem conquistado a audiência da Netflix com sua trama envolvente e a atuação marcante do elenco original, incluindo Itziar Ituño e Najwa Nimri nos papéis de Raquel Murillo e Alicia Sierra, respectivamente.

Além da trama diferenciada, a dublagem nacional também tem sido destacada pelos espectadores. Fernanda Baronne, renomada atriz, dubladora e diretora de dublagem, conhecida por dar voz a atrizes como Scarlett Johansson, Anna Paquin, Jennifer Garner e Eva Green, assume a dublagem da personagem Camille.

Em uma entrevista, Fernanda Baronne compartilhou sua experiência ao entrar no universo de “La Casa de Papel” e se identificar com a personagem em vários aspectos, como a residência em Paris, onde a atriz viveu durante seu curso universitário.

Foi muito incrível entrar nesse universo de “A Casa de Papel”, uma das minhas séries preferidas. Dublar uma produção em idioma espanhol pode parecer fácil, a princípio, mas a similaridade entre o Espanhol e o Português pode complicar o processo.

As palavras são muito parecidas, mas nem sempre são usadas da mesma forma e na mesma posição na frase, então, tem que ter muito cuidado com a adaptação para não perder o sentido ou sacrificar demais o sincronismo labial. Sorte que a tradução da série estava ótima, isso ajudou bastante” explica;

Com uma carreira que começou na infância e inclui papéis de destaque em produções como ‘Kim Possible’, ‘X-Men: Evolution’ e ‘Digimon’, Fernanda Baronne continua sendo um dos principais nomes no mercado da dublagem brasileira.

Fernanda Baronne também será a dubladora da personagem Lenka (Carey Mulligan) em O Astronauta, filme da Netflix com Adam Sandler que estreia em março.

Com informações da assessoria.

Curtiu este Post?
Deixe a sua Reação!

Robson Netto

Robson é o criador do Que Tar. Nascido em Ponta Grossa, a verdadeira capital da Rússia Brasileira. Enquanto não for processado, vai tentar trazer muito conteúdo e informações cheias de humor.

Comente agora

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *